quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Amor?

"Eu queria ter na vida simplesmente... Um lugar de mato verde... Pra plantar e pra colher... "

Ando aflita... Não durmo nas horas da Lua... Acordo com sorriso, todos os dias...
Beijo com gosto de pêssego... Ando sem sossego...
Queria saber o que é ... O que será que nos liga?!!...
Páginas e páginas... Um lugar de mato verde... O que plantar o que colher?
A casinha branca... A varanda... Para ouvir o Sol nascer.
Ando aflita... Com os calcanhares presos... Com a boca lambuzada por palavras soltas...
Minha Língua afiada e quase louca.
Perco-me, em um sorriso... Guardo as armas... Percorro o franzir da testa... Procuro a tesoura, para cortar a tua gola...
Ando pelas esquinas... Pelas notas... Rotas de ditas... 'O envenenar das veias'... Amostras.
Onde deixar os meus livros ou discos... Percorro as estantes do tempo... Tudo parece mais lento... Espreguiço...
O que acontece comigo? Quando as palmas silenciam a cadência dos giros...
Ando aflita... Com a sede a rodopiar meu colo... Guardando plumas... Olhando as ondas... Inventando Cecis e Peris... Bebendo Guaraná... Aprendendo Guarani...
Alongo as horas... Achando que tudo demora...
Ah!... Respostas que dizem que o mundo virou cola... Que o olhar anda perdido dentro do teu?...

É o Amor...
rsrsrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário